O USO DE AQUISIÇÕES NA EXPANSÃO EMPRESARIAL E A FLEXIBILIDADE DO INVESTIMENTO NO BRASIL

Leônidas Quadros da Paixão

Resumo


A escolha da forma de expansão empresarial é uma decisão estratégica e é feita em um ambiente onde existe incerteza. Aquisições parecem ser um modo de entrada irreversível devido ao preço a ser pago, mas elas têm sido muito utilizadas em países emergentes. Diante das incertezas existentes nesses países, a saída da operação do país hospedeiro também é uma alternativa a ser considerada na atuação empresarial. Com isso, a expansão por meio de aquisições pode resultar em um processo com perdas ou ganhos estratégicos.  Busca-se entender, assim, como alcançar flexibilidade por meio de aquisições em países emergentes. Neste estudo, se analisou a flexibilidade da expansão de uma instituição bancária no Brasil, e utilizou-se a teoria das opções reais para sustentar a análise desta expansão. Encontrou-se que flexibilidade por meio de aquisições ocorre até o atingimento de uma participação de mercado específica. Além disso, o comprometimento com a operação no país hospedeiro iniciou com uma rápida entrada incremental via aquisições e se intensificou com compras com maior escala de operação.


Palavras-chave


aquisições, flexibilidade, opções reais

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.13059/racef.v12i2.816

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2021 Revista de Administração, Contabilidade e Economia da Fundace

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

ISSN: 2178-7638