TRANSMISSÃO DA VARIAÇÃO DA TAXA DE CÂMBIO PARA OS PREÇOS DE EXPORTAÇÃO BRASILEIROS DO CAFÉ ARÁBICA: UM ESTUDO COMPARATIVO DO DÓLAR E DO EURO

Leonardo Sangoi Copetti, Daniel Arruda Coronel, Adriano Mendonça Souza

Resumo


O objetivo deste trabalho consistiu no exame da relação entre variações cambiais e os preços de exportação brasileira do café arábica, relação definida como o pass-through da taxa de câmbio, tendo como referência o período de janeiro de 2000 a março de 2019. Para tanto, estimaram-se dois modelos: em dólar e em euro. Os dados foram coletados nos sites do Conselho dos Exportadores de Café do Brasil – CECAFE, no Instituto de Economia Aplicada – IPEA e na Intercontinental Exchange – ICE. Neste sentido, fez-se uso dos instrumentais de séries temporais, especialmente do Modelo Vetor de Correção de Erros. Os resultados encontrados forneceram indicações de que o grau de pass-through da taxa de câmbio para os preços de exportação do café arábica ocorreu de forma incompleta, com os coeficientes para dólar e euro de, respectivamente, -0,69 e -0,91, representando que depreciações da taxa de câmbio não se traduzem em ganhos significativos de competitividade, uma vez que não reduzem expressivamente os preços de exportação.

Palavras-chave


Café Arábica. Preços de Exportação. Pass-Through.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.13059/racef.v12i2.678

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2021 Revista de Administração, Contabilidade e Economia da Fundace

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

ISSN: 2178-7638