Holding como Ferramenta de Sucessão Patrimonial: Um Estudo sob o Ponto de Vista da Assessoria Contábil

Julian Bianchini, Roberto Birch Gonçalves, Alex Eckert, Marlei Salete Mecca

Resumo


A contabilidade como ciência que estuda o patrimônio encontra cada vez mais campo fértil no estudo das empresas denominadas holding. Esse tipo de sociedade que mantém relação estreita com a guarda e detenção de patrimônio tem tido seu uso aumentado podendo ser percebido corriqueiramente no meio empresarial e familiar. Essa pesquisa se propôs a analisar se constituir uma empresa (holding) é viável operacionalmente e legal tendo como finalidade a sucessão civil e empresarial de determinada pessoa ou família. Para tanto foram analisados múltiplos casos em escritórios de contabilidade e profissionais da área contábil que indicam e convivem com esse tipo de organização societária. O estudo é de caráter exploratório, bibliográfico e qualitativo. Concluiu-se que essa ferramenta é utilizada pelos profissionais pesquisados, especialmente para a sucessão civil. Entretanto, sua utilização, como ferramenta de sucessão empresarial, não se aplica nos casos pesquisados provavelmente devido ao porte das empresas. Esse estudo contribui para ambientar o profissional da área contábil, e até mesmo da área jurídica, que pretende se aprofundar no tema holding na medida em que aborda os principais tópicos e dá uma visão global sobre o tema com direcionamento na facilidade de sucessão civil (herança).


Palavras-chave


Holding. Assessoria Contábil. Sucessão empresarial. Sucessão civil. Herança.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.13059/racef.v5i2.64

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2015 Revista de Administração, Contabilidade e Economia da Fundace

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

ISSN: 2178-7638