PERSISTÊNCIA DA BOOK-TAX DIFFERENCES EM PAÍSES LEGALISTAS E NÃO LEGALISTAS: O CASO DO BRASIL E DOS ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA

Débora Maria Dias Resende, Patrícia de Souza Costa, Tatianne Aparecida de Oliveira Cardoso

Resumo


A persistência da book-tax diferences (BTD) pode ser um indicador da qualidade da informação contábil, por permitir a análise da persistência dos resultados. No entanto, essa persistência pode ser diferente em países common law e code law, em virtude do histórico de vinculação entre as normas contábeis e fiscais nos países legalistas. Dessa forma, o objetivo desta pesquisa foi analisar a persistência da BTD das companhias abertas do Brasil e dos Estados Unidos da América (EUA). A amostra é composta por 14.480 observações para o período de 2004 a 2015. Os dados foram analisados por meio de generalised method of moments e modelo autorregressivo. Os resultados sugerem a persistência dos três tipos de BTD (total, permanente e temporária) tanto no Brasil quanto nos EUA. A BTD temporária foi a que apresentou menor persistência no período, sendo mais persistente no Brasil do que nos EUA. 


Palavras-chave


Persistência, Book-tax differences, Common law, Code law

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.13059/racef.v9i1.459

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Revista de Administração, Contabilidade e Economia da Fundace

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

ISSN: 2178-7638