Mensuração da Relação Entre o Comportamento Inovador, Contatos Externos, Liderança Participativa e Resultados Inovadores: Um Estudo Exploratório por Meio de Equações Estruturais

Maurício Alves Rodrigues Pugas, Heitor Lopes Ferreira, Eliane Herrero, Leandro Alves Patah

Resumo


A capacidade de gerar resultados inovadores provém do cultivo e manutenção de uma cultura organizacional direcionada ao desenvolvimento de comportamentos que potencializem o surgimento da inovação. Em uma organização, o comportamento inovador no trabalho é resultante da interação contínua de lideranças participativas, aliadas ao estímulo à criação de contatos externos a suas organizações. Esta relação propõe destaque especial quando aplicada a organizações varejistas, que, diferentes do setor industrial, não registram patentes que evidenciem a existência de Inovação (AUSTIN, 1993). A pesquisa ocorreu em organização varejista, que atua no ramo de materiais de construção e que se autointitula inovadora. Os dados coletados foram analisados por meio de equações estruturais (Smart-PLS), caracterizando esta pesquisa como quantitativa descritiva. Os resultados evidenciaram que os colaboradores entendem que a inovação pressupõe a existência de liderança participativa e acesso ao meio externo, no entanto, não evidenciaram que estas características afetam o comportamento inovador na organização estudada.    


Palavras-chave


Comportamento Inovador, Resultados Inovadores, Liderança Participativa

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.13059/racef.v8i2.434

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Revista de Administração, Contabilidade e Economia da Fundace

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

ISSN: 2178-7638