Análise comportamental da evidenciação de riscos corporativos nos relatórios de sustentabilidade de empresas brasileiras do setor bancário durante o período de 2010 a 2012

Isabela Torres Leite, Rosângela Venâncio Nunes, Charles Washington Costa de Assis, Nayana de Almeida Adriano, Rita de Cássia Fonseca

Resumo


O presente estudo objetiva analisar o comportamento da evidenciação de riscos corporativos, nos relatórios de sustentabilidade de empresas brasileiras do setor bancário, durante os anos de 2010 a 2012. Como metodologia de pesquisa, foram utilizadas consultas bibliográficas, diversificada leitura de artigos acadêmicos e um estudo investigativo nos relatórios GRI – versão G3 – de sustentabilidade de três empresas que integram o setor bancário brasileiro. Posteriormente, foi dado um tratamento de análise quantitativa para classificar, de forma binária, 17 indicadores selecionados, que evidenciaram as dimensões de governança e os desempenhos (a) econômico, (b) social-direitos humanos e (c) social-sociedade. Depois de extraídas as informações, estas foram avaliadas, a partir da análise de conteúdo, e apresentadas, através de tabelas e gráficos, com objetivo de demonstrar o resultado obtido acerca do nível de divulgação dos indicadores, realizando-se uma análise comparativa entre os anos que correspondem ao período estudado. As análises alcançadas permitiram concluir que o nível de divulgação das empresas, entre os anos de 2010 a 2012, comportou-se de forma homogênea, com pequenas variações de redução no ano de 2011, mas, de forma geral, comportou-se entre bom e ótimo (na maioria dos casos). A média geral de divulgação das empresas analisadas durante os três anos foi de 84%, o que torna a classificação ótima. Dentre as dimensões que atingiram melhor classificação de evidenciação, destacam-se a de governança e a de desempenho social-sociedade, ressaltando-se que nenhuma dimensão analisada obteve classificação de evidenciação como nível ruim.


Palavras-chave


Comportamento. Riscos corporativos. Relatórios de Sustentabilidade. Setor bancário.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.13059/racef.v7i2.376

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Revista de Administração, Contabilidade e Economia da Fundace

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

ISSN: 2178-7638