ANÁLISE ENVOLTÓRIA DE DADOS: APLICAÇÃO DO MODELO CCR E DO MODELO BCC PARA A AVALIAÇÃO DO DESEMPENHO DE BIBLIOTECAS UNIVERSITÁRIAS DE UMA IFES

Marcella Bernardo, Lásara Fabrícia Rodrigues

Resumo


O crescimento das universidades e consequente desenvolvimento das bibliotecas universitárias torna necessária uma monitoração do desempenho, permitindo aos gestores acompanhar e intervir na gestão das bibliotecas universitárias para garantir a qualidade dos serviços oferecidos pelas mesmas. A técnica Análise Envoltória de Dados satisfaz essa necessidade. Essa técnica possui dois modelos clássicos para o calculo da eficiência, o modelo CCR e o modelo BCC. Quando aplicados em conjunto, é possível identificar as fontes de ineficiência da unidade em análise. Assim, o objetivo deste artigo é comparar os resultados obtidos por meio da aplicação dos dois modelos clássicos, ambos orientados aos outputs para avaliação do desempenho das bibliotecas componentes de um Sistema Integrado de Bibliotecas de uma Instituição Federal de Ensino Superior, identificando as possíveis fontes de ineficiência. Os resultados obtidos são de grande valia para o órgão gestor das bibliotecas, pois a identificação das fontes de ineficiência de cada biblioteca facilita o planejamento de ações corretivas.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.13059/racef.v6i2.332

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Revista de Administração, Contabilidade e Economia da Fundace

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

ISSN: 2178-7638