Análise da Implantação dos Sistemas de Informação em uma Instituição Federal de Ensino de Alagoas à Luz da Teoria Institucional

Mônica Ximenes Carneiro da Cunha, Marcílio Ferreira de Souza Júnior, Jairo Simião Dornelas, Carolina de Fátima Marques Maiad

Resumo


Nos últimos anos tem se dado muita ênfase na informatização e gerenciamento de processos organizacionais. O desafio consiste em implantar sistemas que possam processar dados e convertê-los em informação útil para auxiliar a tomada de decisão. As instituições de ensino, em particular, têm lançado mão desses sistemas para prover a integração entre a área administrativa e a área acadêmica, com o intuito de propiciar um maior controle sobre desperdícios e melhor uso do seu orçamento, além de oferecer maior transparência à gestão. Este artigo analisa o processo de aquisição e implantação de sistemas à luz da teoria institucional, buscando entender os elementos e os contextos de referência que influenciaram e ainda influenciam na escolha e adoção das tecnologias. Trata-se de um estudo de caso longitudinal onde os dados que suportam a análise foram obtidos através de entrevistas estruturadas com todos os gerentes de tecnologia da informação que ocuparam o cargo desde a criação da gerência de tecnologia da informação (GTI) na instituição até a atualidade. Os resultados obtidos reforçam a idéia de que existem diversas pressões ambientais que orientam o processo de implantação de sistemas de informação no contexto estudado e que cada um deles apresenta peculiaridades em relação ao processo de legitimação.


Palavras-chave


teoria institucional, sistemas de informação, instituição pública

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.13059/racef.v2i2.33

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2015 Revista de Administração, Contabilidade e Economia da Fundace

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

ISSN: 2178-7638