Critérios de vulnerabilidade social: Uma comparação entre o Índice Paulista de Vulnerabilidade Social e os critérios propostos pela aplicação do Value-Focused Thinking

Kaio Guilherme Cuoghi, Alexandre Bevilacqua Leoneti

Resumo


O objetivo da presente pesquisa foi aplicar um Método de Estruturação de Problema (PSM), o Value-Focused Thinking (VFT), para comparar o Índice Paulista de Vulnerabilidade Social (IPVS), publicado pela Fundação SEADE (2013), às diversas variáveis de vulnerabilidade social de territórios percebida por profissionais especializados da área de assistência social no interior paulista. Para isto, as variáveis identificadas pelo VFT, presentes em três principais objetivos fundamentais e em 39 objetivos meios e fins, foram comparadas às variáveis consideradas pelo IPVS. A pesquisa é justificada pelo fato de os documentos oficiais brasileiros não definirem claramente o conceito de vulnerabilidade social, além do fato de a expansão de variáveis utilizadas pelo IPVS poder contribuir para a melhora da tomada de decisão. A aplicação do VFT possibilitou definir um grupo de variáveis da vulnerabilidade social mais abrangente do que as consideradas pelo IPVS. Neste sentido, este estudo contribui para a definição do conceito de vulnerabilidade social no Brasil.


Palavras-chave


Índice; Value-Focused Thinking; Vulnerabilidade social

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.13059/racef.v8i2.296

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Revista de Administração, Contabilidade e Economia da Fundace

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

ISSN: 2178-7638