Projetos & Pesquisas


Aumenta otimismo de fornecedor no setor sucroenergético

Índice de Confiança medido em fevereiro de 2012 foi de 0,59, o maior valor desde julho de 2011

Categoria:

Indicadores Econômicos

Pesquisador(es):

Prof. Dr. Maurício Jorge Pinto de Souza
Prof. Dr. Roberto Fava Scare

Aumenta otimismo de fornecedor

no setor sucroenergético

 

Índice de Confiança medido em fevereiro de 2012 foi de 0,59, o maior valor desde julho de 2011

 

A última apuração do Índice de Confiança dos Fornecedores do Setor Sucroenergético (ICFSS Fundace/Multiplus), realizada no último mês de fevereiro, atingiu o valor de 0,59, o maior valor desde julho de 2011. Segundo a pesquisa, esse resultado reflete o melhor clima de negócios dos primeiros meses do ano e a expectativa favorável para os próximos meses. O índice é apurado pelo Programa de Pesquisas em Agronegócio (AgroFEA Ribeirão Preto) da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto (FEA-RP) da USP, em parceria com a Fundação para Pesquisa e Desenvolvimento da Administração, Contabilidade e Economia (Fundace) e a Multiplus Feiras e Eventos.

 

Quando comparado com a confiança do empresariado industrial em geral, medido pela CNI (Confederação Nacional da Indústria), que foi de 0,58, o ICFSS revela que a confiança do setor teve um aumento significativamente maior. “No que se refere às variáveis componentes do ICFSS, o aumento foi generalizado, com destaque para a melhora expressiva do indicador de condições”, analisa o Prof. Dr. da FEA-RP Maurício Jorge Pinto de Souza, um dos coordenadores do estudo.

 

O indicador de Condições Atuais atingiu, com o valor de 0,53, seu nível mais alto desde o final do primeiro semestre de 2011 e sete pontos maior que o apurado no último bimestre. “Isso mostra que os fornecedores iniciam o ano satisfeitos com seu desempenho atual”, afirma o coordenador. Quanto ao indicador relacionado às Expectativas, a elevação foi de 8,62%, sendo que todas as variáveis que o compõem apresentaram alta.

 

O ICFSS Fundace/Multiplus tem o intuito de identificar a opinião dos gestores do setor, auxiliando o entendimento de seu desempenho e a tomada de decisões relacionadas à evolução do segmento. O estudo é coordenado também pelo Prof. Dr. Roberto Fava Scare, da FEA-RP.

 

Expectativas

Com relação aos componentes do indicador de Expectativa dos gestores: Economia em geral, ao Sistema Agroindustriaal Sucroenergético e ao Fornecimento para este sistema, a elevação foi de 0,05 pontos, diferentemente da última rodada quando apresentaram queda. De acordo com os gestores colaboradores da pesquisa, a principal justificativa para o aumento destas variáveis foi a de que somente agora o setor de fornecedores está realmente vivenciando a demanda do período de entressafra da cana. “Com a parada das usinas na entressafra, a manutenção e os reparos aumentam consideravelmente. Este ano o período de entressafra deve durar até meados de março/abril”, explica o professor Maurício.

 

Embora o indicador tenha apresentado aumento, os fornecedores ainda estão cautelosos com as condições do setor. “Os pedidos existentes ainda estão abaixo dos registrados em fevereiro de 2011, quando o ICFSS alcançou seu maior valor. Essa cautela se reflete diretamente na formação das expectativas dos agentes. Outro fator a ser destacado é que a quebra da última safra (a pior registrada desde 2000/01) gerou capacidade ociosa nas usinas que reduziram investimentos em máquinas e serviços”, completa o professor Maurício.

 

O ICFSS Fundace/Multiplus, é uma ponderação que reflete a maneira pela qual os gestores avaliam as condições atuais e as expectativas em relação à economia brasileira, o sistema agroindustrial sucroenergético, o setor de fornecedores do setor sucroenergético e à própria empresa. Esse indicador é construído bimestralmente através de telefonemas e internet pelo Programa de Pesquisas em Agronegócio da FEARP (AgroFEA Ribeirão Preto). A Fundace é uma instituição sem fins lucrativos criada em 1995 pelos docentes da FEARP para facilitar o processo de integração entre universidade e comunidade.

 

Mais informações: (16) 3931-1313

Clique aqui para ter acesso aos números da pesquisa.

Fonte: Outras Palavras